Menu

Star Wars Resistance: Oscar Isaac participará de nova animação da Disney

A Disney anunciou nesta quinta-feira (26) a produção de uma série animada de Star Wars. Chamada de Resistance, a produção deve ir ao ar ar no segundo semestre deste ano.

Assim como Star Wars Rebels serviu como um prelúdio do Guerra nas Estrelas original, a nova série animada da franquia espacial da Lucasfilm contará o que se passou antes dos eventos do Episódio 7, O Despertar da Força.

Star Wars Resistance vai acompanhar Kazuda Xiono, um jovem piloto recrutado para ajudar a espionar a Primeira Ordem. Em sua trajetória, ele conhecerá figuras já conhecidas do grande público, como o corajoso piloto da Aliança Rebelde Poe Dameron e a ameaçadora Capitã Phasma. E o melhor de tudo é que Oscar Isaac e Gwendoline Christie já assinaram contrato para dublar seus respectivos personagens.

star wars resistance tall - Star Wars Resistance: Oscar Isaac participará de nova animação da Disney

“A ideia de Star Wars: Resistance surgiu do meu interesse por aviões e pilotos de caça da Segunda Guerra Mundial”, declarou o produtor-executivo Dave Filoni, o homem também por trás das animações Star Wars Rebels e Clone Wars. “Meu avô foi piloto, meu tio pilotou e reparou aeronaves, então isso foi uma grande influência para mim”, revelou.

Christopher Sean (Hawaii Five-0), Suzie McGrath (East Enders), Scott Lawrence (Legion), Myrna Velasco (Elena de Avalor), Josh Brener (Silicon Valley), Donald Faison (Scrubs), Bobby Moynihan (do novo DuckTales), Jim Rash (Community) e Rachel Butera (Tammy’s Tiny Tea Time) integram o elenco de vozes de Star Wars Resistance.

“Nossos colegas na Lucasfilm criaram uma narrativa atraente para um momento que ninguém conhecia na galáxia de Star Wars, e nós estamos muito animados de sermos parceiros novamente nesta série original. Star Wars Resistance contará com um público de diversas gerações, uma história envolvente, humor e novos personagens”, declarou o vice-presidente sênior de programação do Disney XD, Marc Buhaj.

A estreia de Star Wars Resistance será na fall season norte-americana, em outubro, no Disney Channel e no Disney XD. Ainda não há informações sobre uma possível transmissão no Brasil, com tradução para o português. Entretanto, pode-se esperar que sim, uma vez que Guerras Clônicas e Rebels foram apresentados aqui.

Oscar Isaac fala sobre ‘Aniquilação’, Star Wars, e o ano mais turbulento de sua vida

Oscar é capa da edição de primavera da revista GQ Style. Confira abaixo a entrevista traduzida e visite nossa galeria para ver fotos do ensaio e scans em alta qualidade.

Oscar Isaac passou despercebido em sua vizinhança nos últimos anos, Williamsburg, Brooklyn, em uma tarde cinzenta de janeiro. Ele está em Nova York há tempo suficiente para saber como evitar chamar a atenção de estranhos; e também é naturalmente talentoso em esconder quando ele precisa se esconder, seja dentro ou fora de tela. Quando consegue um papel, ele tende a desaparecer nele. Já, o seu currícilo de condenados, ligeiramente abrasivos idealistas- seja em Inside Llewyn Davis dos irmãos Coen; o gênio psicopata que interpretou em Ex Machina de Alex Garland; ou como um quixotesco, malfadado prefeito na série de Paul Haggis da HBO, Show Me A Hero – é um dos mais surpreendentes e vívidos tipos de trabalho que temos visto nos filmes. Ele tipo raro de ator que parece totalmente indiferente se ele é ou não amado. Então, é claro que as pessoas o amam.
Ele encontrou o sucesso como protagonista apenas recentemente, mas de uma forma que parece impossível de replicar. Ele fez isso, improvavelmente, como um ator, ao invés de como uma marca, uma presença de divertida em talk-shows, ou apenas como um rosto bonito que as câmeras parecem amar. (De perto, ele é de fato bonito, mas no que eu vou descrever como uma forma totalmente não-Hollywoodiana: um casual conjunto de certas imperfeições.)

No ano passado, Isaac teve um pequeno papel em ‘Suburbicon’ de George Clooney, e uma grande parte em ‘Star Wars: The Last Jedi’ de Rian Johnson, que ele acabou de promover. Em março, ele vai estrelar em ‘Annihilation’, seu segundo filme com Alex Garland. Isaac interpreta um militar e marido de Natalie Portman, e passa a maior parte do filme sem camisa e de farda, explorando os limites de sua própria sanidade. É um pesadelo Technicolor de filme, e Oscar, caracteristicamente, se sente bem em casa nele.
Continue lendo

Triple Frontier: Oscar Isaac entra para filme da Netflix ambientado no Brasil

Oscar Isaac se junta a Ben Affleck Garrett Hedlund, Charlie Hunnam, Pedro Pascal e Adria Arjona no elenco de ‘Triple Frontier’. O filme será ambientado na tríplice fronteira de Brasil, Argentina e Paraguai, onde o rio Paraná converge com o rio Iguaçu.

J.C. Chandor (com quem Oscar já trabalhou em O Ano Mais Violento) vai dirigir a partir de roteiro de Mark Boal (vencedor do Oscars por Guerra ao Terror).

As filmagens começam dia 26 e entre as locações confirmadas estão Colômbia, Havaí e Califórnia. Segundo o Deadline, apesar das várias alterações na trama, o Brasil ainda está em pauta. O que foi completamente descartado foi o título Triple Frontier e o novo ainda não é conhecido, tampouco a previsão de estreia na Netflix.

Life Itself: Primeiro trailer do filme é divulgado

Aproveitando a exibição do último episódio da segunda temporada da série This Is Us, foi divulgado o primeiro teaser de Life Itself, drama dirigido e roteirizado por Dan Fogelman. Além de Oscar Isaac, o filme também conta com Olivia Wilde, Annette Bening, Antonio Banderas, Olivia Cooke e Samuel L. Jackson no elenco. Confira o trailer e sinopse:

Life Itself – Trailer oficial:

SINOPSE:O filme gira ao redor da história de amor vivida por um casal (Oscar Isaac e Olivia Wilde), sendo contada através de diferentes décadas e continentes, desde as ruas de Nova York até Espanha. E como diferentes pessoas acabam se conectando a ela através de um evento marcante.

“Life Itself” é uma produção do Amazon Studios e chegará aos cinemas dos Estados Unidos no dia 21 de setembro. Até o momento, o filme não tem data de estreia confirmada no Brasil.

thumb life itself - Life Itself: Primeiro trailer do filme é divulgado thumb 288529 - Life Itself: Primeiro trailer do filme é divulgadothumb 289329 - Life Itself: Primeiro trailer do filme é divulgado

Oscar Isaac em “Star Wars: Os Últimos Jedi” e “Aniquilação” ao mesmo tempo

Oscar Isaac filmou “Aniquilação” de Alex Garland e “Star Wars: Os Últimos Jedi” ao mesmo tempo. Isso significava que muitas vezes ele precisava saltar de seu X-Wing como Poe Dameron, tirar o blaster e atravessar os Pinewood Studios, mexer com o cabelo, vestir calças camufladas para ser Kane, o único homem que já voltou da misteriosa Área X. Os dois projetos não poderiam ter sido mais diferentes, mas essa sensação de deslocamento realmente ajudou o ator guatemalteco-cubano-americano a entrar no personagem ao se juntar com o diretor de “Ex Machina”. “Eu estava fora deste outro mundo louco e só ia mergulhando nele por um momento”, contou a Remezcla, e “isso realmente refletia o personagem de Kane. Ele é essa figura espectral que está lá e também não está lá”.Quando Kane aparece em casa sem saber como ele chegou até lá e depois adoece, sua esposa, Lena, procura descobrir mais sobre o que aconteceu com ele nos meses em que ele esteve fora. Lena (interpretada por Natalie Portman) finalmente aprende sobre a Área X, um fenômeno ambiental mágico que nenhum dos cientistas e físicos do governo consegue explicar. O fato de nenhum dos grupos de pesquisa que já foram enviados não retornarem não ajuda – até Kane, até então. Assim, Lena junta-se a Dra. Ventress (Jennifer Jason-Leigh) e a três outras mulheres (Tessa Thompson, Gina Rodriguez, Nina Novotny) para entrar na Área-X a fim de ver pessoalmente o levou seu marido e lhe devolveu apenas um corpo. Lentamente, nós também aprendemos o que Kane e seus companheiros passaram, mesmo quando os riscos da Área-X lhe arriscam a tomar uma decisão impactante, fazendo-nos imaginar se essas mulheres sobreviverão a essa missão suicida.Reconhecendo que o que o atraiu para este projeto foi a chance de trabalhar novamente com Garland, Isaac também falou sobre como ele é atraído pelas maneiras pelas quais a ficção científica pode falar sobre grandes idéias de maneiras que outros gêneros não podem. “Com Ex Machina e Aniquilação, você tem a oportunidade de falar sobre algo muito profundo – difícil de falar – coisas humanas. Existe uma maneira de apresentá-los que permite que você explore essas coisas de uma maneira bastante selvagem, fazendo uma alegoria. A ficção científica é sempre sobre nós. Mesmo que seja alienígena, trata-se de humanos. Há uma oportunidade para muita poesia em ficção científica.”
Quanto ao que se parece com a “Aniquilação”, Isaac refletiu sobre o conceito de autodestruição: “Todos nós temos um potencial, mas uma tendência para a autodestruição. Às vezes, não é tão intenso. É como, ah, eu bebo um pouco demais! Ou, você fica um pouco agressivo com essas coisas. Mas algumas pessoas vão ainda mais longe. Então, por que eles estragam o ótimo emprego que possuem ou esse relacionamento? O que é isso? É uma exploração disso, “colocando-o de forma filosófica e biológica:” É no nível celular? ”
Para que filme soe mais intelectual, Isaac rapidamente apontou como as apostas estão muito enraizadas nas vidas desses personagens. “O que eu amei sobre o filme é o coração dele, é a morte de um casamento e como termina o outro lado disso”. O distanciamento entre Kane e Lena pode ser enquadrado em termos quase cósmicos, mas no seu núcleo é um inquérito muito mais simples, imaginando se duas pessoas podem construir um casamento novamente depois de mudanças e a quase destruição do que tinham juntos.
Sendo um dos rostos latinos mais reconhecidos em Hollywood hoje, Isaac fez uma carreira inteira invejável com vários papéis onde sua herança é um aspecto insignificante para seus personagens. O fato de que alguém como Kane poderia ser latino, embora não exista nada na tela que sugira ou negue, mostra uma espécie de progresso. “Os latinos são uma comunidade diversificada”, explicou, “e acho que é importante que as pessoas vejam latinos de todas as cores atuando em tudo” sem precisar explicar seus antecedentes.
“No começo da minha carreira, esse foi sempre o ponto de partida. É como se: estamos te contratando, mas agora queremos nos certificar de que todo mundo saiba o porquê de você ter esse nome e que você deve falar espanhol.” Ele admite, no entanto, que ele está ciente de quão importante essa versão mais explícita da representação pode ser neste dia e época. É por isso que ele gostaria de poder fazer um filme em espanhol em algum momento no futuro (“Como, trabalhar com Pedro Almodóvar é um dos meus grandes sonhos”, confessou) e por que ele realmente se impulsionou para fazer seu personagem  em um próximo projeto, que não foi escrito como latino, mas na verdade, ocorrendo na América do Sul.
“Para mim, tem que ser enraizado na história. Não é apenas essa ideia de representação. Eu acho que é importante pensar sobre o que as pessoas colocam junto nos filmes: como ator eu quero ser lançado não pela minha qualidade de atuação, mas pela minha qualidade de transformação”.
Fonte

Bem-vindos ao Oscar Isaac Brasil!

Sejam bem-vindos ao Oscar Isaac Brasil ! A primeira e melhor fonte sobre o ator e produtor guatemalteco-americano no Brasil. Depois de algumas semanas de dedicação nosso site está finalmente online, e nesta data tão especial que é o dia do aniversário do Oscar. Aqui você encontrará tudo sobre o Oscar, incluindo as últimas novidades sobre sua carreira, vídeos legendados, entrevistas traduzidas, e muito mais. Nossa galeria e algumas páginas do site ainda estão em construção, mas sintam-se livres para navegar. Se você tem alguma sugestão, comentário ou dúvida, não deixe de nos contatar pelo e-mail oscarisaacbra@gmail.com. Siga também nossa páginas no Twitter e Facebook  para acompanhar tudo em primeira mão. Obrigada pela visita!